Fabiolla Loureiro

Ménage à Trois: Paris, São Paulo & Budapeste

 

Influenciada não só pela fotografia no Brasil, mas também por uma série de intervenções americanas e europeias (Cartier-Bresson, Robert Capa, Brassai, Steve McCurry), ao período antes da Segunda Guerra Mundial e também pela fotografia de rua, Fabiolla rapidamente estabeleceu seu estilo singular. Fotografando de forma espontânea pelas ruas de muitos países, tendo como mote a loucura e caos da vida urbana, construiu sua própria linguagem fotográfica desde 2010. Menos de uma década depois do início de sua carreira, tem o desafio de sua primeira exposição, Ménage à Trois: Paris, São Paulo e Budapeste. A escolha destas três cidades veio pelo fato de que fazem parte da vida de Fabiolla de formas diferentes e cada uma com sua própria individualidade. A mistura das três é um reflexo dela mesma. São Paulo, a cidade onde vive, o caos de cada dia, os altos e baixos. Paris, uma cidade que tenta incluir em seu roteiro cada vez que vai a Europa. A cidade que traz memórias de uma época que não viveu, que remete a idade de ouro da humanidade, os anos 30. Budapeste, a rainha do Danúbio, uma cidade que a surpreendeu. O passado e o futuro juntos em uma mistura de emoções traduzidas em imagens personalizadas. Esta exposição significa mostrar-lhe o que ela sentiu e dizer-lhe através de suas lentes, a paixão que ela sente.


Ménage à Trois: Paris, São Paulo & Budapeste

PARTE III - BUDAPESTE

 

Influenciada não só pela fotografia no Brasil, mas também por uma série de intervenções americanas e europeias (Cartier-Bresson, Robert Capa, Brassai, Steve McCurry), ao período antes da Segunda Guerra Mundial e também pela fotografia de rua, Fabiolla rapidamente estabeleceu seu estilo singular. Fotografando de forma espontânea pelas ruas de muitos países, tendo como mote a loucura e caos da vida urbana, construiu sua própria linguagem fotográfica desde 2010. Menos de uma década depois do início de sua carreira, tem o desafio de sua primeira exposição, Ménage à Trois: Paris, São Paulo e Budapeste. A escolha destas três cidades veio pelo fato de que fazem parte da vida de Fabiolla de formas diferentes e cada uma com sua própria individualidade. A mistura das três é um reflexo dela mesma. São Paulo, a cidade onde vive, o caos de cada dia, os altos e baixos. Paris, uma cidade que tenta incluir em seu roteiro cada vez que vai a Europa. A cidade que traz memórias de uma época que não viveu, que remete a idade de ouro da humanidade, os anos 30. Budapeste, a rainha do Danúbio, uma cidade que a surpreendeu. O passado e o futuro juntos em uma mistura de emoções traduzidas em imagens personalizadas. Esta exposição significa mostrar-lhe o que ela sentiu e dizer-lhe através de suas lentes, a paixão que ela sente.

Início:06/09/16 

Término: 17/09/16

http://www.fabiollaloureiro.com/