MAURÍCIO DE PAIVA


O homem é presença frágil em solo amazônico. É aquele que apesar de tudo está lá, ocupando território teimosamente, sustentando a cultura ribeirinha e cabocla entre intempéries e cicatrizes. Mas a grandiosidade  dos rios e matas também inspiram silêncio, enquanto a luz de Mauricio de Paiva é alarido. Uma espécie de som do silêncio, alarido que só se ouve de perto, olho no olho ou então se colocando em nosso lugar de coisa pequena diante da experiência que é contemplar um amanhecer amazônico ou, se preferir, o futebol entre águas e arco-íris ao entardecer.

Mauricio de Paiva é fotógrafo documentarista e jornalista independente, especializado em Antropologia Visual e Arqueologia. Colaborador regular da National Geographic Brasil desde 2004, teve seu trabalho premiado diversas vezes. Publicou três livros, entre eles Amazônia Antiga - Arqueologia no entorno (2009) e Futebol na Amazônia, Imagem e Alarido (2013).

Mostrar Mais