Individual Nora Jacobs

Provisório Permanente

Mostrar Mais

It is difficult to say why a room, a colour, a space, a house, unexpectedly become familiar, become ours. … Lining them up one after another, …; they become our impossible landscape, without scale, without a geographic order to orient us; a tangle of monuments, lights, thoughts, objects, moments, analogies from our landscape of the mind, which we seek out, even unconsciously, every time we look out a window, into the openness of the outside world, as if they were the points of an imaginary compass. Luigi Ghirri, The Impossible Landscape, 1989.

 

Sou alemã e vivo no Brasil desde 2012 – as fotografias aqui expostas revelam esta experiência. Quando cheguei, meu visto era temporário e limitado a dois anos. Depois adquiri um título de residência permanente, ainda que nos primeiros dois anos ele permanecesse vinculado ao meu contrato de trabalho. Advogados chamaram essa restrição “provisório permanente”. Eu tenho, ambiguamente, um lar passageiro. As noções de “duradouro passageiro” ou “passageiro duradouro” refletem a particular condição daqueles que, como eu, vivem em outro lugar durante um tempo (in)determinado.

  • Black Instagram Icon